A Clínica de Dermatologia Prof.ª Sofia Magina utiliza cookies para melhorar a sua experiência no website. Saiba mais.
Consulta Urgente de Dermatologia

Consultas Especializadas
Consulta do Cabelo


Na Clínica de Dermatologia Prof.ª Sofia Magina, a responsável pela Consulta do Cabelo é a Dra. Filipa Osório, dermatologista com diferenciação em Tricologia - ramo da Dermatologia que se dedica ao estudo da saúde do cabelo e do couro cabeludo. Uma vez que o couro cabeludo faz parte do maior órgão do nosso corpo, a pele, e o cabelo não é mais do que uma estrutura diferenciada produzida pela pele do couro cabeludo, todas as queixas relacionadas devem ser avaliadas por um dermatologista com esta diferenciação. O problema que está a afetar o seu couro cabeludo pode atingir outras áreas da superfície cutânea, que o dermatologista também irá avaliar.

Na Consulta do Cabelo faremos uma avaliação clínica e dermatoscópica (tricoscópica) da pele do couro cabeludo e do cabelo. A dermatoscopia consiste no exame das lesões cutâneas com o dermatoscópio, um dispositivo médico não invasivo que amplia a superfície cutânea em regra até 70x. A tricoscopia é a dermatoscopia do couro cabeludo e do cabelo. Os diferentes tipos de alopécia (queda de cabelo) e outras dermatoses e tumores do couro cabeludo associam-se a determinados achados tricoscópicos que facilitam o seu diagnóstico.

Em cada consulta, além das fotografias macroscópicas standard, faremos um registo de dermatoscopia digital computorizada (fotografias de tricoscopia), sendo possível monitorizar a evolução da doença e a resposta ao tratamento em consultas posteriores, de forma mais objetiva.

Pode ser necessário realizar uma biópsia do couro cabeludo com envio para exame anatomopatológico (histológico). No entanto, o recurso à tricoscopia diminui com frequência a necessidade de realização deste exame.

Na maioria dos casos de alopécia será necessário um estudo laboratorial (análises), quer com um fim diagnóstico (nomeadamente para excluir causas sistémicas de queda de cabelo), quer tendo em vista a instituição do tratamento adequado. Assim, recomendamos que traga as últimas análises que tiver realizado. Em caso de suspeita de infeção do couro cabeludo (como nas tineas ou micoses, causadas por fungos), faremos colheita de material orgânico para exame microbiológico.

Prescreveremos o tratamento adequado a realizar em ambulatório (no domicílio) ou a realizar na clínica (como, por exemplo, injeções intralesionais de corticoterapia na alopécia areata).

Além do tratamento médico convencional com loções de aplicação tópica e medicamentos de toma oral (ou, mais raramente, intramuscular ou endovenosa), existem técnicas de camuflagem da alopécia, como as microfibras de queratina (temporárias) ou a micropigmentação do couro cabeludo (permanente ou semi-permanente).